Ranking Gaúcho 2019

PONTUAÇÕES COMPILADAS E DE ETAPAS ISOLADAS DO RANKING GAÚCHO DO PASTOR ALEMÃO EM 2019considerações:

  1. diferentemente de anos de 2017 e 2018 voltaremos a ter evento com pontuação dobrada, a tradicional exposição de aniversário da SGCCPA, celebrada no mês de setembro
  2. para fins de divulgação das pontuações parciais e final não serão excluídos cães e canis cujos proprietários são de fora do estado ou país, apenas o será feito para fins de premiação
  3. dúvidas, sugestões e reclamações através do presidente Sr. Gilberto Brasil ou enviar e-mail para: secretaria@sgccpa.com.br


Regulamento do Ranking Gaúcho do Pastor Alemão – Ano/Calendário 2019

1 – Denomina-se Ranking Gaúcho do Pastor Alemão a compilação de pontos da sucessão de eventos do tipo exposições de criação reconhecidos pelo CBPA – Clube Brasileiro do Pastor Alemão, dentro do estado do Rio Grande do Sul.

2 – O objetivo principal do ranking é a difusão da raça Pastor Alemão no Rio Grande do Sul, no que diz respeito a sua criação, através de exposições especializadas. Assim congregando criadores, expositores, familiares e amigos.

3 – A compilação, cômputo e divulgação das pontuações obtidas pelos cães durante e após o campeonato fica a cargo da Sociedade Gaúcha de Criadores de Cães Pastores Alemães – SGCCPA, com supervisão dos demais núcleos do Estado conforme critérios contidos neste regulamento.

4 – As pontuações obtidas pelos cães serão válidas para cômputo nas seguintes modalidades, titulando campeão(ã) e vice campeão(ã): filhote fêmea, filhote macho, jovem fêmea, jovem macho, adulto fêmea adulto macho, matriz, reprodutor local, reprodutor de fora do Estado, canil e núcleo de criadores;

a) haverá ranking paralelo para cães pelo longo (PL) nos critérios acima elencados – as pontuações PC/PL não se confundem nem geram somatório para canis e núcleos – são rankings distintos.

b) cães adultos não selecionados não pontuam ou fazem parte deste ranking.

5 – Serão premiados somente animais de proprietários radicados no estado do Rio Grande do Sul, assim como, canis e núcleos locais; excetuado o critério melhor reprodutor de fora do Estado;

a) animais de criação de outros estados e importados para competirem terão de estar domiciliados no estado (RS), ao menos duas semanas antes do evento em que atuou, bem como seus proprietários;
b) quando um concorrente visitante participar e ocupar colocação a frente em determinada exposição, a pontuação do animal radicado no RS será computada no lugar de sua classificação no evento. Exemplo: ficou em 2º lugar atrás de um cão de fora do RS, computa-se como 2º e assim sucessivamente.

6 – Somente serão computados os pontos dos cães com a qualificação máxima. Exemplo: M.O. (Mini Ouro); M.B. (Muito Bom) e EXC. (Excelente);

a) cães da classe trabalho com qualificação insuficiente serão considerados como “cães deixados para trás” e gerarão pontos aos seus adversários que alcançarem a qualificação máxima em pista.

7 – As exposições que computarão pontos para o Campeonato Gaúcho do Pastor Alemão serão todas aquelas reconhecidas e válidas pelo Clube Brasileiro do Pastor Alemão;

7.1 – As classes em disputas terão as seguintes classes:

a) CLASSE FILHOTES (machos e fêmeas de 4 meses e 1 dia a 12 meses
b) CLASSE JOVENS (machos e fêmeas se 12 meses e 1 dia a 24 meses)
c) CLASSE TRABALHO – ADULTOS SELECIONADOS (a partir de 24 meses e 1 dia)
d) REPRODUTOR; MATRIZ; CANIL e NÚCLEO (campeão e vice)

7.2 – A pontuação de cães que migrarem de classe durante o ano-calendário (filhotes para jovens; jovens para adultos) carregarão os pontos obtidos na classe anterior, porém somente será considerada a mudança de classe àqueles cães que efetivamente participarem de exposição em classe superior (não se aplica a mudança apenas quando houver evolução de faixa etária sem que o cão participe de exposição na nova classe).

8 – A pontuação adotada será distribuída para os seis primeiros colocados de cada categoria, acrescido de 1 ponto para cada cão deixado para trás em pista, da seguinte forma:

CLASSE FILHOTES
1º lugar – 10 pontos
2º lugar – 08 pontos
3º lugar – 06 pontos
4º lugar – 04 pontos
5º lugar – 02 pontos
6º lugar – 01 ponto

CLASSE JOVENS
1º lugar – 15 pontos
2º lugar – 13 pontos
3º lugar – 11 pontos
4º lugar – 09 pontos
5º lugar – 07 pontos
6º lugar – 05 pontos

CLASSE ADULTOS
1º lugar – 20 pontos
2º lugar – 18 pontos
3º lugar – 16 pontos
4º lugar – 14 pontos
5º lugar – 12 pontos
6º lugar – 10 pontos

8.1 – Somente farão jus à pontuação os cães que ganharem a qualificação máxima na categoria em disputa (Mini Ouro / Muito Bom / Excelente), sendo que cães sem a qualificação máxima da categoria não pontuarão porém contarão pontos aos adversários como cães deixados para trás.

8.1 – Nas categorias Matriz e Reprodutor serão computados todos os pontos de suas progênies, bem como, na classe Melhor Canil, todos os pontos de seus produtos.

8.2 – Na categoria Núcleo serão computados os pontos obtidos pelos cães de propriedade do criador/expositor vinculado a Núcleo CBPA, distinguindo-se da categoria Canil.

8.3 – No caso do canil mudar de filiação (Núcleo) no decorrer do ano, os pontos das etapas já disputadas não migrarão de núcleo, sendo válido para cômputo a pontuação gerada no dia do evento – não migratório.

9 – Em caso de empate entre dois ou mais cães os critérios de desempate serão na seguinte ordem:

Maior quantidade de 1ºs lugares; maior quantidade de 2ºs lugares e assim por diante. Persistindo o empate se levará em consideração as colocações em confronto direto em pista entre os cães empatados, sendo o último critério de desempate a idade do cão, vencendo o cão mais velho.

10 – Todas as dúvidas, reclamações e sugestões, bem como os casos omissos a este regulamento serão recebidos, analisados e respondidos pela diretoria executiva da SGCCPA.

a) Somente terão validade quando solicitadas por e-mail ou cartas assinadas pelos signatários. Com o prazo de até 15 dias, antes da entrega dos prêmios, que terá data marcada pela diretoria executiva.

 

Boa sorte a todos,

DIRETORIA EXECUTIVA SGCCPA